Loading...

quarta-feira, 16 de março de 2011




ilhetes oferecidos para a deslocação a Coimbra. Entendo como sempre entendi que cada clube tudo deve fazer para garantir o máximo apoio às suas hostes em momentos importantes da vida do mesmo. Se, e este, "se" é uma incógnita determinante na equação, qualquer que seja a medida possa ser suportada (facilmente) pelos cofres do clubes. Ora esta medida tem dois problemas. O primeiro, e mais importante, porque surge no seguimento de notícias de atrasos salariais nas modalidades amadoras, o que me deixa sinceramente preocupado com o tipo de prioridades desta direcção. Depois, tem um "problema de ego", não há que esconder. Os vitorianos que sempre fizeram questão, até por picardias com outro rival, de que não necessitam de bilhetes oferecidos para acompanhar o seu clube (e não precisam mesmo), abrem agora uma brecha às críticas do outro lado (ainda que ainda não nos paguem o comboio). Agora, obviamente que não é pelo facto de os bilhetes serem ou não oferecidos - estou plenamente convencido que provavelmente (na sua esmagadora maioria) quem iria, vai na mesma e quem não iria, não vai - que vou deixar de apelar a uma grande deslocação ao Cidade de Coimbra, de forma a conseguirmos empurrar a equipa para o sonho de estarmos presentes no Jamor e levantar o "caneco". Todos a Coimbra! Mas, primeiro... cabeça em Portimão.

Sem comentários:

Enviar um comentário